ST 13 - Ditaduras militares no Cone Sul: entre a memória, a história e o esquecimento

Autores

João Batista Teófilo Silva

Doutorando

UFMG

joaoteofilo.hist@gmail.com

Luan Aiuá Vasconcelos Fernandes

Doutorando

USP

aiuavasconcelos@gmail.com

Ementa

Memória, história e esquecimento têm sido dimensões importantes nas reflexões feitas sobre as recentes ditaduras militares que assolaram o Cone Sul nas décadas de 1960, 70 e 80 do século passado. Por seu profundo impacto, no passado e no presente, o tema das ditaduras continua sendo objeto de disputa, ensejando variadas interpretações no ambiente acadêmico e um conflito incessante entre memória e esquecimento na sociedade. Novos questionamentos e abordagens têm sido incorporados ao debate que já vem sendo feito por estudiosos de diversas áreas, evidenciando o seu potencial interdisciplinar e a necessidade de se debruçar sobre aspectos até então pouco conhecidos. Pensar essas experiências ditatoriais no Cone Sul, em separado ou articuladamente, propicia o intercâmbio de informações que ajuda a refletir sobre essas ditaduras em suas variadas dimensões, pensando em quais histórias, memórias e esquecimentos foram sendo criados, tanto em anos anteriores, quanto nesses novos tempos, nos quais as disputas por verdade e justiça reforçam a importância de um tema que não está restrito apenas ao debate acadêmico, mas que é social e, sobretudo, urgente. Assim, este simpósio visa agregar pesquisadores das mais diversas áreas que têm se debruçado sobre o assunto em questão, fomentar discussões de cunho teórico-metodológica, documental e temático, refletir sobre as distintas abordagens já construídas e, quiçá, pensar em novas perspectivas. Para tanto, pretende-se discutir tais ditaduras não somente em seus aspectos mais pontuais, que correspondem ao período em que vigeram, mas, também, a partir de questões mais atuais ligadas às suas heranças e às suas construções memorialísticas, refletindo sobre seus impactos no tempo presente de cada país e da América Latina como um todo.


Programação das mesas

Mesa 1 - Sala 2055 8 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:30
Autores Titulo
Patricia da Costa Machado
Justiça ou impunidade? O posicionamento das Cortes Supremas de Chile e Uruguai frente aos crimes das ditaduras.
KELLY CRISTINA TEIXEIRA
Helena Greco e o Movimento Feminino pela Anistia nas Minas Gerais: emoção contra a repressão
Henrique Sena Guimarães Lopes
Vermelho bom, só o batom: O anticomunismo retratado nos manuais da Escola das Américas e sua disseminação no Brasil.
Mesa 2 - Sala 3044 9 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:30
Autores Titulo
Taillan Rivail Ismael de Miranda
Intervenções da imprensa trotskista na transição democrática da Argentina: o jornal Solidaridad Socialista (1982-1983)
Paulo Alves Pereira Júnior
La Tribuna e a política energética do governo de Alfredo Stroessner no Paraguai
Carolina Souza Macedo
'Tudo sobre a Ditadura Militar' - o que cabe no jornal?
Carlos Eduardo Malaguti Camacho
As transformações na Ação Libertadora Nacional no pós AI-5 (1969 - 1974)
Mesa 3 Auditório Bicalho (1º andar Fafich) 10 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:30
Autores Titulo
Samuel Torres Bueno
Imagem e História na América Latina: Um estudo sobre o dever da memória em Nostalgia da Luz, de Patrício Guzman
Geraldo Homero do Couto Neto
Memória, Cinema e História: Miguel Littin, cineasta clandestino no Chile de 1985
Sandra Aparecida Portuense de Carvalho
Experiências de solidariedade, resistência e política que extrapolaram fronteiras Brasil – Chile entre 1964 e 1973.
Ana Carolina Contin Kosiak
Exílio latino-americano: entre a repressão e a memória.
Mesa 4 Auditório Bicalho (1º andar Fafich) 11 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:30
Autores Titulo
Maria Eduarda Kersting Faria
A memória e a arte de Guillermo Kuitca como um meio resistente
Anderson Macena de Souza
Heranças da ditatoriais, como lidamos com ela no nosso dia a dia.
Yerko Antonio Aravena Constanzo
Memória, história, esquecimento: Repensar a ditadura e a transição no Chile a partir da atualidade dos movimentos sociais e a crise de representatividade do sistema democrático.
Elson Luiz Mattos Tavares da Silva
História e memória das ditaduras: os processos de preservação de edifícios da repressão no Brasil e na Argentina

Apoios

UFMG
Fafich
Temporalidades
PPGHIS
Varia História
CEPAMM
Núcleo História Oral
CEM
Sem Rumo
Brasiliana
Iepha