MC 16 - Registros paroquiais: métodos e técnicas de pesquisa em História Social

Autores

Josimar Faria Duarte

Doutorando em História

UFRJ

josimarfaria@yahoo.com.br

Ementa

O minicurso visa à reflexão sobre os principais métodos e técnicas utilizados na historiografia para coleta de dados em registros paroquiais de casamentos e batizados. Documentos que resultaram das decisões estabelecidas pela sessão XXIV do Concílio de Trento, em 11 de novembro de 1563, impondo as chancelarias catedráticas, cabido e cúria episcopal regras e normas no registro e arquivo de informações estatísticas relativas aos sacramentos ministrados aos fiéis nas paroquias. Para, assim, reprimirem e evirarem os “abusos” cometidos na modernidade contra a doutrina católica. Após a Escola dos Annales, esses documentos que resultaram de um exaustivo mecanismo de controle da Igreja católica passaram a se constituir em fontes privilegiadas nas pesquisas seriais e micro-Histórica sobre os comportamentos demográficos, reconstituições das famílias e das genealogias históricas. Isto, porque, tais fontes são passíveis de seriação e quantificação, permitindo, também a evidenciação da ação do sujeito individual na dinâmica das redes de sociabilidade, movimentos populacionais, formação familiares e nos aspectos culturais de determinada localidade e época. Questões que hoje mais tem ocupado os pesquisadores em história econômica e social, preocupados em conjugar as análises estruturais com as microscopias. É, pois, nesse sentido da discussão, que esse minicurso visa promover o diálogo sobre as passibilidades de utilização dos assentos paroquiais na reinvenção de um corpus documental de pesquisa para compreensão das relações e formações de redes de sociabilidades, familiares e parentescos que se consolidaram a partir da recepção dos sacramentos do batismo e matrimônio.


Cronograma das atividades:

6 horas/aula

Conceito Historiográfico de Registro Paroquial
História e Historiografia sobre esses Registros
Conteúdo desses Registros
Como usar esses registros na História Social
Coleções de Registros Paroquias

Bibliografia

ALMEIDA, Carla Maria Carvalho de. Alterações nas unidades produtivas mineiras – Mariana, 1750-1850. Niterói: UFF, 1994. (Dissertação em História).
_____. Homens ricos, homens bons: produção de alimentos e hierarquização social em Minas Gerais, 1750-1822. Niterói: UFF, 2001. (Tese, Doutorado em História).
ANDRADE, Francisco Eduardo de. A enxada complexa: roceiros e fazendeiros em Minas Gerais na primeira metade do século XIX. Belo Horizonte: FAFICHUFMG,
1994. (Dissertação em História)..
BRÜGGER, Silvia Maria Jardim. Minas patriarcal: família e sociedade (São João del Rei – séculos XVIII e XIX). São Paulo: Annablume, 2007.
CARRARA, Angelo Alves. Minas e currais: produção rural e mercado interno em Minas Gerais, 1674-1807. Juiz de Fora: Ed.UFJF, 2007.
CHAVES, Cláudia Maria das Graças. Perfeitos Negociantes: mercadores das Minas setecentistas. São Paulo: Annablume, 1999.
FIGUEIREDO, Luciano Raposo de Almeida. Barrocas famílias: vida familiar em Minas Gerais no século XVIII. São Paulo: Hucitec, 1995.
FURTADO, Júnia Ferreira. O Livro da Capa Verde; a vida no Distrito Diamantino no período da Real Extração. São Paulo: Annablume, 1996.
_____ . Homens de Negócio: a interiorização da metrópole e do comércio nas Minas setecentistas. São Paulo: Hucitec, 1999.
MAXWELL, Kenneth. A devassa da devassa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.
PRIORE, Mary del. A mulher na história do Brasil. São Paulo: Contexto, 1989. (Col. Repensando a História).
RESENDE, Maria Efigênia e VILLALTA, Luís Carlos. (orgs.) História de Minas Gerais: as Minas setecentistas. Belo Horizonte: Autêntica, 2007, 2v.
OLIVEIRA, Mônica Ribeiro de. Negócios de Famílias: mercado, terra e poder na formação da cafeicultura mineira 1780-1870. Bauru: EDUSC, 2005.
SOUZA, Laura de Mello e. Desclassificados do ouro: a pobreza mineira no século XVIII. Rio de Janeiro: Graal, 2004.
TRINDADE, C. Raymundo. Archidiocese de Marianna: subsídios para a sua história. Tomo I. São Paulo: Alameda Barão de Piracicaba, 1928.
VASCONCELOS, Diogo de. História Antiga das Minas Gerais. 4 ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1974.


  • Locais e datas

    • 8 de Maio de 2017
      08:00 - 12:00

      Sala 1058/cepamm

    • 9 de Maio de 2017
      08:00 - 10:00

      Sala 1058/cepamm

Apoios

UFMG
Fafich
Temporalidades
PPGHIS
Varia História
CEPAMM
Núcleo História Oral
CEM
Sem Rumo
Brasiliana
Iepha